quarta-feira, abril 18, 2007

E esta, hã?

Recebi isto via e-mail... a ser verdade como é que deixaram passar em claro?! Anda-se a dormir!!!





Ontem, foi divulgado este documento.

Sabem, sou mulher. Por isso mesmo, não me é nada difícil localizar os iogurtes de framboesa, tão apreciados nesta casa, e que se não são
rapidamente encontrados no frigorífico side-by-side de família, corro o sério risco de ter de ouvir o lamento " tu prometeste, mamã..." . Pior ainda, é a possibilidade de um dia, a frase poder ser completada com um "... e não cumpriste".

Isto para dizer que tenho algum treino visual para reparar nos pormenores.


Ontem, ao anunciarem a existência de um segundo certificado de José Sócrates, abri o respectivo PDF, entretanto disponibilizado pelo Jornal "PÚBLICO" . Não me detive nas classificações. Verifiquei que o documento estava datado ( 96/08/26), assinado pelo chefe da secretaria e...

e...

como sempre, os meus olhos detiveram-se em dois pormenores sem importância:

836 19 00 e 351 no papel timbrado da Universidade Independente, no rodapé, entre outras informações, constam o endereço (físico e electrónico) e os números de telefone e de fax ( 351 2121 836 19 22). Só que,... em 1996,
os números de telefone não apresentavam os indicativos 21, 22, 290, mas sim, 01, 02, 090... etc, como aliás, pude confirmar (a alteração só foi feita em 31 de Outubro de 1999).


(clique para ampliar)


Um pouco mais à frente, consta ainda, um código postal composto por sete algarismos (1800-255), o que é deveras estranho, uma vez que só em 1998 começa a ser utilizada esta nova forma de indicação.


Conclusão : o certificado parece ter sido emitido, não em 26/08/1996, mas em data posterior a 31 de Outubro de 1999.

O problema ("o maior dos problemas") reside no facto de o Gabinete do primeiro-ministro já ter esclarecido, que a data válida era mesmo a do certificado que se encontra na Câmara da Covilhã.

"Mais um erro administrativo, que só pode ser imputado à UNI" (dirá o Gabinete do primeiro-ministro).


Esta ultrapassou largamente as minhas expectativas...de tão básica que é!!!...

9 Comments:

Blogger Photoman said...

O senhor jornalista é que anda a dormir. Esta história já foi publicada em todos os jornais do país e também já foi notícia em todas as televisões, até na RTP.

1:53 da manhã  
Anonymous Daniel Carvalho said...

O Sócrates é um gaijo confuso... quando era Engenheiro queria ser Primeiro Ministro, agora que é Primeiro Ministro, quer ser Engenheiro... sinceramente!

2:01 da manhã  
Blogger Axpegix said...

um jornalista desatento ao jornalismo... hehe

10:42 da manhã  
Blogger Carlos Pereira said...

- Photoman:
antes de afiar as unhas leia o que escrevi na entrada. Não está lá que desconhecia este conteúdo. Escrevi, sim, que o tinha recebido via e-mail, motivo pelo qual "postei", pois jamais me daria ao trabalho de fazer esta montagem, tenho mais que fazer.

- Daniel Carvalho:
Não há pachorra para entender este primeiro-ministro e a UNI. Ainda assim, continuo a achar que ele está a fazer um bom trabalho.

- Axpegix:
Não sou infalível. As vezes escapam-me coisas... o que aqui não é o caso.


Abraço para todos e voltem sempre!

8:15 da tarde  
Blogger Photoman said...

Mas afinal quem é que deixou passar em claro? Quem é que anda a dormir?

11:26 da tarde  
Blogger Carlos Pereira said...

Como é que se coloca aqui um desenho?!

Isto não foi referido na entrevista de estética feita no canal estatal? Muito menos foi aflorado na conf. imprensa realizada hoje (quarta-feira 18 de Abril) pela UNI quando ja já foi revelado na maior parte dos jornais o que aqui esta no post?

Não se questiona as entidade competentes?


É isto que quero dizer. Já entendeu senhor photoman?! Ou precisa de um click??

12:53 da manhã  
Blogger Photoman said...

Senhor Jornalista, já entendi o seu ponto e estou sempre a precisar de clicks!

Agora parece-me que em relação à entrevista na RTP e ao facto de não ter sido perguntado nada acerca deste assunto tem a ver com o facto de que esta "curiosidade" ter sido dado conta posteriormente. Em relação à conferência de imprensa todos vimos que aquilo foi uma tontice e deu a sensação de alguns passos terem sido dados para trás para o cabal esclarecimento deste assunto. Terão sido pressões?? Não sei!
Parece-me também que toda esta polémica à volta da Licenciatura do Primeiro-Ministro está ainda muito mal explicada e com contornos muito duvidosos.

Por fim,concordo que todas as entidades competentes devem ser questionadas, mas não me parece que alguém esteja a dormir!

1:49 da manhã  
Blogger Carlos Pereira said...

São pontos de vista... e aí bem podemos estar 50 dias a conversar que nunca vamos chegar a entendimento.

Um abraço, volte sempre!

11:32 da manhã  
Blogger Aisling said...

Acho que são 'pormenores' importantes e que foram deixados de lado por algum motivo...
Não são os detalhes que fazem toda a diferença? Enfim, muito estranho!
;)

5:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home